Espera por dose em fila de posto chega a 2 horas

São Paulo - Às 10h30 da segunda-feira, 23, cerca de 240 adultos e adolescentes aguardavam na fila de vacinação para febre amarela na Unidade Básica de Saúde (UBS) Horto Florestal, na zona norte da cidade de São Paulo. Junto a elas, havia ainda dezenas de bebês e crianças. As pessoas que estavam no início da fila relataram uma espera de duas horas, o que diminuiu para cerca de uma hora por volta das 11h30.

Por morar praticamente ao lado da entrada principal do Horto, a aposentada Conceição Carmo Lara, de 78 anos, foi se vacinar na manhã de ontem porque encontrou muita fila no fim da tarde de sábado. Também na fila, a secretária Marisa Gonzaga de Camargo, de 59 anos, e a estagiária Nicolly Gonzaga Coelho, de 24 anos, mãe de duas crianças, contaram estar "assustadas" com a notícia da morte do macaco, pois moram dentro do Horto.

Já o comerciante Nelson Santos Pedro, de 54 anos, e sua filha, a estudante Beatriz Oliveira, de 19 anos, resolveram procurar a UBS no segundo dia de aplicação para garantir o acesso à vacina. "Quanto antes vacinar melhor, até porque leva alguns dias para fazer efeito", disse ele.

Além da região do Horto, o distrito de Anhanguera passa por intensificação na aplicação de vacinas. Desde 11 de setembro, 30 mil pessoas foram imunizadas nos 22 bairros da região.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Priscila Mengue

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos