Topo

Com imagens ousadas, campanha promove uso da camisinha 'sem arrependimento'

Do UOL, em São Paulo

01/08/2014 06h00

Uma campanha polêmica lançada pelo departamento de saúde da Suíça, FOPH (Federal Office of Public Health), se propõe a promover sexo com muito prazer, mas sem deixar de lado a camisinha.

Com o mote de viver "sem arrependimentos", a campanha prega que os casais devem ter uma vida sexual alegre e sem preocupações. E, para desfrutar dos prazeres, é preciso se manter seguro e usar preservativo. O objetivo é reduzir o número de infectados pelo vírus HIV. 

A campanha recebeu o título de "No Regrets" (Sem Arrependimentos, em livre tradução) e também traz um manifesto com princípios para desfrutar da vida e do corpo com saúde. Um deles é "Eu amo a minha vida e eu vivo intensamente" que defende que cada um deve viver como bem entende, amando quem quer que seja, mas fazendo escolhas com responsabilidade.

Outro princípio do manifesto é "Eu amo meu corpo e eu o projeto". Para aproveitar a vida é preciso ter um corpo saudável, portanto é preciso se proteger de doenças sexualmente transmissíveis, como a Aids, gonorreia e sífilis. A camisinha é a maneira mais fácil de evitar o contágio dessas doenças.

O último princípio do manifesto é "Eu não tenho arrependimentos e vou continuar assim", que defende que o sexo seguro garante que a pessoa não tenha arrependimentos na vida.

Ao concordar com o manifesto, é possível pedir gratuitamente o anel da campanha, que imita um preservativo. A entrega, no entanto, é realizada apenas para residentes na Suíça.

O site é o pivô de toda a campanha e é atualizado regularmente com notícias sobre diversos temas, como sexo seguro, vida sexual heterossexual e homossexual, além da própria campanha e informações sobre doenças sexualmente transmissíveis. A campanha on-line também faz uso da #LoveLifeNoRegrets.

Mais Notícias