Febre amarela já matou 21 pessoas no Estado de São Paulo

Do UOL, em São Paulo

O número de mortes por infecção por febre amarela confirmadas no Estado de São Paulo subiu para 21, segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde. O último registro era de 13 óbitos. Também houve aumento nos casos autóctones (infecções contraídas dentro do Estado de São Paulo), que passou de 29 para 40.

Segundo a pasta, o número se refere ao período de 2017 até o momento. Os casos que evoluíram para óbito foram contraídos em Américo Brasiliense, Amparo, Atibaia, Batatais, Itatiba, Jarinu, Mairiporã, Monte Alegre do Sul, Nazaré Paulista, Santa Lucia e São João da Boa Vista.

Leia também: 

Ao menos oito dessas mortes foram confirmadas no início de ano, entre elas a do paulistano Adilson Tadeu Esteves Cipriano, 48, que contraiu o vírus após passar o Natal na casa da irmã na Serra da Cantareira, no limite entre Mairiporã e Caieiras.

Em Atibaia (a 64 km de São Paulo), foram confirmadas a morte de dois homens --um de 22 anos e outro de 89 anos. O jovem era morador do bairro das Cerejeiras, mas teria se infectado quando realizava uma trilha, no bairro do Portão - onde residia a outra vítima. O bairro, segundo a Prefeitura, é considerado de bastante risco.

Outras duas vítimas, de acordo com a Secretaria Estadual da Saúde, foram passar as festas de fim de ano em Mairiporã --região que está em alerta para a doença há um mês. Entre as vítimas também está um homem de 69 anos que morava na capital, mas que tinha uma chácara em Nazaré Paulista, na Grande São Paulo, próximo de Mairiporã.

Em Jarinu, foi confirmado a morte de uma mulher de 54 anos, que morava no bairro dos Soares. Ela foi internada no dia 30 de dezembro no Hospital São Vicente de Paulo, em Jundiaí, onde morreu no dia seguinte. De acordo com familiares, os sintomas da doença começaram no dia 18, quando a paciente apresentou febre alta e dores no corpo.

Vacinação intensificada

A vacinação está sendo intensificada no Estado e doses fracionadas começarão a ser aplicadas a partir de 3 de fevereiro. A meta é imunizar 6,3 milhões de pessoas. "Com isso, até o final de fevereiro cerca de metade da população paulista estará imunizada contra a doença", afirmou a secretaria, em nota. A campanha terminará em 24 de fevereiro.

De acordo com a pasta, 7 milhões de pessoas foram vacinadas em todo o Estado no ano de 2017.

A secretaria informou ainda que, desde julho de 2016, foram registrados 2.491 casos de morte ou adoecimento de primatas e que 617 tiveram confirmação para febre amarela. (*Com informações do Estadão Conteúdo)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos