PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus: Morre médico que ajudou a separar gêmeas siamesas no Brasil

James Goodrich, neurocirurgião que morreu por complicações do coronavírus - Divulgação/Montefiore Health System
James Goodrich, neurocirurgião que morreu por complicações do coronavírus Imagem: Divulgação/Montefiore Health System

Do UOL, em São Paulo

30/03/2020 18h24

O médico norte-americano James Goodrich morreu hoje por complicações relacionadas ao novo coronavírus. Ele orientou a cirurgia que separou as gêmeas siamesas brasileiras Mel e Lis, em abril do ano passado, no Distrito Federal.

O neurocirurgião estava internado desde a semana passada em um hospital de Nova York, nos Estados Unidos.

Goodrich era o diretor da divisão de Neurocirurgia Pediátrica no hospital Montefiore Einstein e professor de cirurgia neurológica clínica, cirurgia plástica e reconstrutiva na Faculdade de Medicina Albert Einstein.

No caso das irmãs Mel e Lis, o médico orientou a equipe médica brasileira que realizou a operação de 20 horas em Brasília.

Goodrich também auxiliou na cirurgia que separou as gêmeas siamesas Maria Ysabelle e Maria Ysadora, realizada em Ribeirão Preto, em 2018.

Saúde