PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Campanha em Teresina questiona críticos de isolamento: "Quem salvar na UTI"

Yala Sena

Colaboração para UOL em Teresina

27/04/2020 10h34Atualizada em 27/04/2020 12h56

Com isolamento social em queda, chegando a 47% de adesão, a Prefeitura de Teresina lançou uma campanha pró-quarentena em que pessoas críticas à medida têm que escolher quem da família salvaria tendo apenas um leito de UTI disponível.

No vídeo produzido pela agência ADV6, divulgado no domingo, o trio (uma autônoma e dois empresários) explica os motivos que levam a defender o fim do isolamento social. Em seguida, eles são surpreendidos com pessoas da família no mesmo local e ouvem a seguinte pergunta: "Com o fim do isolamento social e um colapso do sistema de saúde, se houver apenas um leito de UTI disponível qual dessas pessoas você salvaria?"

Um dos entrevistados diz não ter resposta para a pergunta, pois se trata de sua família. O vídeo viralizou e hoje foi compartilhado pelo apresentador Luciano Huck e o cantor Tico Santa Cruz, elogiando a iniciativa.

A Prefeitura de Teresina tem feito campanha de impacto para conseguir adesão ao isolamento social. Uma das mensagens que causou polêmica foi a que mostra em que a população tinha que escolher entre o sofá e o caixão.

O prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB) defende em lives e nas redes sociais que as pessoas fiquem em casa. Ele defendeu a campanha feita pelo município. "Com esse cenário, talvez fique mais claro o porquê de termos decidido por uma linguagem mais direta na nossa comunicação. É forte? É, mas se isso ajudar as pessoas a fazerem uma real reflexão sobre o momento que estamos vivendo, já valeu a pena", disse o mandatário em seu Twitter.

Procurado pelo UOL, um dos entrevistados afirmou ter mudado de opinião. O empresário André Alves de Araújo, 43, afirmou ter sido surpreendido pela presença da família e que a situação o fez repensar.

Fiquei surpreso com a minha família ali presente. A experiência mexeu comigo, estava pensando só em mim, na minha empresa. Vi agora que podemos ter um colapso. Agora defendo o isolamento social para não ter que escolher e passar por essa experiência de verdade
André Alves de Araújo, que trabalha há seis anos com o ramo de transportadora

Caio Pinheiro, sócio e diretor de criação da agência ADV6, disse que a ideia era fazer uma experiência envolvendo escolhas e que fosse uma surpresa para os convidados.

"Queríamos uma mensagem de empatia, que as pessoas se sentissem no lugar tendo que escolher. É uma mensagem forte, um tratamento de choque para conscientizar para o isolamento social, não é uma gripezinha, não é uma besteira. Estamos passando por uma crise, uma guerra e as pessoas precisam ter discurso a favor do isolamento", afirmou.

Estado tem 20 mortos por coronavírus

A previsão é que o pico da transmissão no Piauí seja por volta do dia 15 de maio. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, o Piauí tem 20 mortes, sendo nove delas em Teresina, e 364 casos oficiais por coronavírus. Na capital, 229 pessoas estão com a covid-19, a maioria dos casos em bairros da zona leste, área nobre da cidade.

"Teresina teve ontem à noite sua nona morte por covid-19. Mesmo dia em que tivemos o menor isolamento social de todos os domingos dessa crise. Os casos vêm aumentando bem mais rápido e a doença está comprovadamente em mais de sessenta bairros da cidade", afirmou o prefeito.

O decreto do governo do estado mantém a quarentena até o dia 30 de abril. A partir de hoje, o governador Wellington Dias (PT) tornou obrigatório o uso de máscaras em ambientes públicos e local de trabalho.

Coronavírus