PUBLICIDADE
Topo

Saúde

SP intensifica campanha de vacinação contra o sarampo até 31 de agosto

SP intensifica vacinação contra sarampo até 31 de agosto; público-alvo são pessoas entre 1 e 29 anos - iStock
SP intensifica vacinação contra sarampo até 31 de agosto; público-alvo são pessoas entre 1 e 29 anos Imagem: iStock

Do UOL, em São Paulo

04/08/2020 17h06

A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo intensificou a vacinação contra o sarampo até 31 de agosto. O público-alvo da campanha são pessoas entre 1 e 29 anos que ainda não tenham tomado as duas doses da vacina tríplice viral (contra sarampo, rubéola e caxumba) previstas no Calendário Nacional de Vacinação.

Bebês com 6 meses ou mais devem receber a chamada "dose zero". Segundo a Secretaria, os postos de saúde estão orientados a fazer triagem de crianças que tenham alergia à proteína lactoalbumina, presente no leite de vaca, para que estas recebem a dose sem o componente.

Pessoas entre 30 e 49 anos podem se vacinar se houver necessidade. A imunização é contraindicada para bebês menores de 6 meses, pessoas imunodeprimidas e gestantes.

Para receber a dose é necessário ir até um posto de saúde e estar munido de um documento de identificação. A carteira de vacinação pode ser levada caso o paciente disponha, mas não é obrigatória.

O sarampo é uma doença viral infecciosa grave e altamente contagiosa. É transmitido por via aérea quando alguém que está infectado tosse, espirra, fala ou respira.

Os principais sintomas são:

  • Febre acompanhada de tosse;
  • Irritação nos olhos;
  • Nariz escorrendo ou entupido;
  • Mal-estar intenso;
Em torno de três a cinco dias podem aparecer outros sinais e sintomas, como manchas vermelhas no rosto e atrás da orelha, que em seguida se espalham pelo corpo. Após o aparecimento das manchas, a persistência de febre pode ser um indício de gravidade, principalmente em crianças menores de cinco anos.

Saúde