PUBLICIDADE
Topo

Saúde

'Questionar vacina é ignorância, uma volta ao século 14', diz Dimas Covas

Do UOL, em São Paulo

11/01/2021 12h05

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, afirmou ao UOL Entrevista que colocar em dúvida a importância da vacinação contra a covid-19 é uma "ignorância" e uma "volta ao obscurantismo". A conversa ao vivo desta segunda-feira foi conduzida pelo repórter Nathan Lopes e o colunista Ricardo Kotscho.

"Questionar a importância da vacina, coisas que eram consideradas grandes avanços da medicina, nesta altura, é voltar ao obscurantismo, uma profunda ignorância. Estamos indo em direção ao século 15, 14. Vacina é o que mudou a história da mortalidade humana, se não tivéssemos vacina, viveríamos até os 45, 50 anos", disse Dimas.

Segundo ele, o mundo vive uma situação difícil, e a população perdeu o medo e se expõe cada vez mais aos riscos. "Esse grande salto da saúde, na longevidade, se deve a três fatores: saneamento básico, alimentação e a vacina. Sem dúvidas, isso tem muito impacto", completou.

"Em uma população menos instruída poderia ser admissível, mas isso acontecer patrocinado pelas mais altas autoridades, é preocupante e decepcionante. Mostra que estamos falindo com a civilização brasileira", afirmou.

Saúde