PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Conteúdo publicado há
8 meses

Saúde diz que 37% dos indígenas receberam 1ª dose da vacina contra covid-19

Vacinação de indígenas da aldeia Umuriaçu, próximo a Tabatinga, Amazonas - Marcelo Camargo/Agência Brasil
Vacinação de indígenas da aldeia Umuriaçu, próximo a Tabatinga, Amazonas Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Do UOL, em São Paulo

04/02/2021 17h04

O Ministério da Saúde anunciou hoje que 37% dos indígenas com mais de 18 anos já receberam a primeira dose da vacina contra a covid-19. A pasta informou ainda que não foram registrados casos de reação adversa.

A campanha de vacinação coordenada pelo Sesai (Subsistema de Atenção à Saúde Indígena) acontece em cerca de 6 mil aldeias.

De acordo com o ministério, foram distribuídas 907.200 doses de imunizantes aos DSEI (distritos Sanitários Especiais Indígenas) para que sejam aplicadas duas doses por pessoa. A pasta afirmou que há cerca de 410 mil indígenas maiores de 18 anos cadastrados no Sesai. Além disso, os funcionários que participarem da campanha também receberão o imunizante.

Em nota, o ministério informa ainda que esta contagem não inclui os indígenas que vivem em contexto urbano. Estes serão imunizados pelos serviços municipais ou estaduais de saúde, seguindo os cronogramas locais.

Robson Santos da Silva, secretário especial de Saúde Indígena, apontou que pode haver um atraso no lançamento dos dados devido à dificuldade de acesso a algumas aldeias. "Em áreas do estado do Acre, por exemplo, a equipe demora até nove dias para chegar na última aldeia. Além disso, em muitas regiões está chovendo nesta época do ano. Não ocorre atraso na vacinação, o que acontece, em alguns casos, é o atraso no lançamento dos dados das doses aplicadas por conta desta logística", esclarece.

Os dados de doses aplicadas e coberturas vacinais da população indígena das aldeias podem ser consultados no LocalizaSUS, assim como o de outros grupos prioritários desta primeira fase.

Saúde