PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Integrante do centro de contigência da covid teme colapso da saúde em SP

Marcos Boulos acredita que Brasil pode se tornar o país com mais casos de covid-19 do mundo - iStock
Marcos Boulos acredita que Brasil pode se tornar o país com mais casos de covid-19 do mundo Imagem: iStock

Do UOL, em São Paulo

20/02/2021 19h52

O infectologista Marcos Boulos, do Centro de Contingência do Coronavírus de São Paulo, teme que o sistema de saúde do estado entre em colapso. "Nós corremos o risco do sistema de saúde chegar à falência", afirmou ao comentar a situação atual da epidemia.

"Muito provavelmente nas próximas semanas nós vamos ter uma situação muito ruim, principalmente no interior de São Paulo", disse em entrevista ao programa Brasil Urgente, da Band, ressaltando que boa parte dos hospitais fora da capital já estão perto de sua capacidade máxima de atendimento.

O infectologista defendeu a adoção de medidas rígidas de isolamento para evitar a transmissão da doença, que vem atingindo cada vez mais jovens que não fazem parte dos grupos de risco. "O ideal em termos de saúde é não deixar haver circulação", disse. "É inaceitável viver uma situação como está atualmente e tende a agravar", completou.

Marcos Boulos explicou ainda que o Plano São Paulo foi concebido para fins econômicos, levando em conta números de internação e lotação em UTIs, mas fez críticas ao modelo: "quando [os números] estão altos já é tarde demais", explicou.

"É provável que o Brasil em duas ou três semanas passe para a liderança de casos do mundo", afirmou o médico. Segundo ele, a doença vem se expandindo no país em parte por conta da variante P1, identificada inicialmente em Manaus, que é mais transmissível.

Saúde