PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Conteúdo publicado há
1 mês

Governo de SP autua 18 estabelecimentos em 1ª noite de toque de restrição

Jovens na Praça Roosevelt, região central de São Paulo, durante a noite de sexta-feira (26), início da restrição de circulação entre 23h e 5h no estado  - Nelson Antoine/Estadão Conteúdo
Jovens na Praça Roosevelt, região central de São Paulo, durante a noite de sexta-feira (26), início da restrição de circulação entre 23h e 5h no estado Imagem: Nelson Antoine/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

27/02/2021 16h59

Uma força-tarefa formada pela Polícia Militar, Vigilância Sanitária e Procon realizou, nesta sexta-feira (26) uma série de ações para fiscalizar estabelecimentos comerciais que estavam descumprindo as novas normas de circulação definidas pelo governo do Estado de São Paulo em razão da pandemia de covid-19. Resultado: pelo menos 18 estabelecimentos foram autuados.

A Vigilância Sanitária informou, no balanço parcial, que 32 estabelecimentos da cidade de São Paulo foram inspecionados. Dez locais foram autuados, esvaziados e fechados, nos bairros do Itaim Bibi e Pinheiros, na zona oeste. E uma lanchonete na Pompéia, onde havia 38 pessoas depois do horário permitido.

Toque de Restrição

A Polícia Militar realizou a Operação Toque de Restrição em todo o estado, com cerca de quatro mil policiais. A ação resultou na abordagem de 6.280 pessoas; 4.214 veículos vistoriados, sendo 157 motoristas autuados por consumo de álcool, recusa ao teste do bafômetro e embriaguez ao volante.

Os policiais também recuperaram quatro veículos roubados ou furtados; duas armas de fogo e apreendeu oito quilos de drogas.

Em paralelo foi realizada a operação Paz e Proteção, para evitar a instalação de pancadões. De 1 de janeiro a 10 de fevereiro de 2021, foram realizadas mais de 600 ações em todo o Estado, com 170 prisões, além de apreensões de 22 kg entorpecentes drogas e seis armas.

Portas Fechadas

Na noite de sexta para sábado, equipes do Procon-SP autuaram na Capital, oito locais que estavam abertos ao público entre o período das 23h às 5h. Vinte e nove bares, baladas, restaurantes, e lanchonetes e outros estabelecimentos comerciais que prestam atividade não essencial - sendo que 22 foram visitados em razão de denúncias feitas pela população.

As vistorias ocorreram nos bairros das regiões central e norte da cidade: Barra Funda, Bela Vista, Bom Retiro, Cambuci, Consolação, Liberdade, República, Santa Cecília, Sé, Mandaqui, Santana, Tucuruvi, Vila Guilherme, Vila Maria e Vila Medeiros.

A Secretaria de Estado da Saúde disponibiliza dois canais para denúncias que podem ser registradas 24 horas por dia, pelo telefone 0800 771 3541 ou e-mail ecretarias@cvs.saude.sp.gov.br

A abordagem é feita com o objetivo de orientar e visar a proteção individual e coletiva. O descumprimento das regras sujeita os estabelecimentos a autuações com base no Código Sanitário prevê multa de até R$ 290 mil. Pela falta do uso de máscara, que é obrigatória, a multa é de R$ 5.278 por estabelecimento, por infrator. Transeuntes em espaços coletivos também podem ser multados em R$ 551,00 pelo não uso de máscara.

Saúde