PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Conteúdo publicado há
3 meses

Após aval de CoronaVac para crianças, técnicos da Anvisa recebem ameaças

9 set. 2021 - Mega Dia de Vacinação com dose da CoronaVac, em Osasco, São Paulo - Aloisio Mauricio/FotoArena/Estadão Conteúdo
9 set. 2021 - Mega Dia de Vacinação com dose da CoronaVac, em Osasco, São Paulo Imagem: Aloisio Mauricio/FotoArena/Estadão Conteúdo

Leonardo Martins

Do UOL, em São Paulo

22/01/2022 17h26

Técnicos da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) receberam novas ameaças por e-mail logo após o órgão ter liberado o uso da vacina CoronaVac em crianças a partir de seis anos.

Duas mensagens às quais o UOL obteve acesso afirmam que a vacina é um "experimento" e uma "grande roleta russa", além de citar ameaças em nome de Deus. A intimidação foi divulgada pelo jornal O Globo.

"Com vergonha expresso minha indignação pela a Anvisa onde o aparelhamento e o ativista se tornou notório, onde o profissionalismo e a ética deu lugar à ganância e a atitudes criminosas que de forma cruel e covarde estão colocando a vida inocentes numa grande roleta russa", diz um trecho de um dos e-mails encaminhados.

O autor, então, diz ao servidores que Deus irá "tocar nos seus trazendo dor e sofrimento" e avisa: "lembre-se, essa maldição foi você mesmo que trouxe para dentro da sua família".

E o preço a ser pago será terrível, não quero estar na sua pele e oro a Deus em desfavor de todos que tem causado dor e sofrimentos ao seu próximo, lembre-se o próximo pode ser dentro de sua família.

Um outro autor questiona se a ganância dos servidores está "falando mais alto que o bom senso e o amor à pátria".

"É uma vergonha ver vocês que não poupam nem os pequeninos da ganância louca e o interesse mercenários, como brasileira sinto vergonha de você!! Com certeza não usará esse experimento nós filhos e netos de vocês", escreveu.

Cuidado tudo que plantar colherá, Deus pode tocar nos seus não se esqueçam, arrependam-se senão o preço que você vai pagar será altíssimo. Estarei orando a Deus em desfavor de todo corrupto opressor e você será lembrada.

Ameaças desde outubro

Não foi a primeira vez que os funcionários da agência foram ameaçados. Em outubro do ano passado, quando ainda se discutia a possibilidade de inclusão das crianças no calendário de vacinação, cinco diretores da Anvisa fora ameaçados de morte.

Quando aprovaram o uso da vacina pediátrica da Pfizer em menores de idade, em dezembro, mais servidores também foram intimidados. O presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), afirmou na ocasião que pediu os nomes dos técnicos que aprovaram a vacina para os pequenos e ameaçou divulgá-los.

O órgão chegou a encaminhar uma denúncia à Polícia Federal sobre as ameaças que seus funcionários receberam. A reportagem procurou a PF, mas ainda não obteve retorno.

O Ministério da Saúde anunciou que incluiu a CoronaVac no plano de vacinação para crianças. Cerca de seis milhões de doses estão prontas para serem distribuídas aos estados. A capital paulista começou hoje a usar a CoronaVac nos pequenos.

Saúde