Naufrágio matou 18 migrantes na Malásia

Kuala Lumpur, 27 Jan 2016 (AFP) - As autoridades encontraram cinco cadáveres nesta quarta-feira, o que eleva a 18 o número de mortos no naufrágio de uma embarcação que transportava migrantes indonésios sem documentos nas costas da Malásia.

"Vamos prosseguir com as buscas. As investigações revelaram que entre 30 e 35 pessoas poderiam estar a bordo", afirmou o delegado de polícia malaio Rahmat Othman.

Os corpos encontrados nesta quarta-feira, todos homens, estavam em uma praia do estado de Johor (sul), onde as 13 primeiras vítimas foram localizadas na terça-feira.

Os ocupantes da embarcação "tentavam entrar ilegalmente na Malásia", afirmou Rahmat. Ele disse que os demais migrantes podem ter se afogado ou estariam escondidos na selva, "à espera do transporte por parte dos traficantes de seres humanos para um local considerado seguro".

O barco pode ter zarpado da ilha indonésia de Batam com destino ao estado de Johor.

A Malásia, terceira maior economia do sudeste da Ásia e um país relativamente rico, atrai os trabalhadores migrantes dos países pobres vizinhos, como Indonésia, Bangladess e Mianmar.

De acordo com algumas estimativas, o país abriga dois milhões de imigrantes irregulares.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos