Mais um professor confessa abusos sexuais de seus alunos na Espanha

Barcelona, 7 Mar 2016 (AFP) - Três professores da congregação católica Marista de Barcelona confessaram ter abusado sexualmente de seus alunos, em um dos maiores casos de pedofilia neste país.

"Não sei por que razão ou motivo fiz isso", confessou a uma de suas vítimas um professor em uma gravação feita por câmera oculta e divulgada pelo jornal El Periódico de Cataluña.

Segundo o relato da vítima, não desmentido pelo suspeito da agressão, ela foi estuprada em várias ocasiões nos anos 1980, quando tinha entre 8 e 14 anos.

Os fatos ocorreram na Escola Marista Sants-Les Corts, epicentro do escândalo que explodiu no início de fevereiro, quando um ex-professor admitiu à imprensa ter abusado sexualmente de seus alunos.

A confissão desencadeou uma onda de denúncias de outras vítimas. A polícia recebeu até agora 29 denúncias contra seis professores de três escolas Maristas de Barcelona.

A congregação Marista pediu desculpas, alegando não ter conhecimento dos casos, e afirmou ter cumprido rigidamente com os protocolos de atuação, afastando, inclusive, seu subdiretor ao receber denúncias contra ele.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos