Filial sul-coreana de grupo britânico se desculpa por centenas de mortes

Seul, 2 Mai 2016 (AFP) - O diretor da filial sul-coreana de um grupo britânico foi agredido e vaiado nesta segunda-feira quando se desculpava pelo envolvimento de sua companhia na venda de um desinfetante que pode ter provocado uma centena de mortes.

Atar Safdar, diretor da empresa Owy Reckitt Benckiser Korea, estava fazendo declarações em um hotel de Seul quando familiares das vítimas se dirigiram ao palco gritando "muito tarde" e "não perdoamos".

O diretor foi esbofeteado e empurrado várias vezes em meio ao caos, antes de conseguir retomar seu discurso.

Apresentou suas "desculpas sinceras, do fundo do coração" a todas as vítimas, e acrescentou que sua empresa concederá uma indenização de vários milhões de euros aos atingidos.

Este caso explodiu em 2011 após a morte de quatro mulheres grávidas por complicações pulmonares.

Uma investigação governamental concluiu que existia uma "relação significativa" entre os problemas pulmonares e o uso de produtos para esterilizar umidificadores.

A maioria das vítimas utilizaram Oxy Ssak Ssak, um desinfetante líquido para umidificadores vendido na Coreia do Sul pela companhia em 2001. Cento e três pessoas, em sua maioria mulheres e crianças, morreram.

"Oxy RB reconhece sua responsabilidade pelo papel desempenhado pelos produtos Oxy RB e pela demora para remediar a situação", declarou Safdar.

A Safdar anunciou a criação de um fundo de 5 bilhões de wones (3,8 milhões de euros) para "ajudar os que sofreram" por este caso.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos