Israel autoriza 300 palestinos de Gaza a entrar em Jerusalém para rezar

Jerusalém, 17 Jun 2016 (AFP) - Israel anunciou ter autorizado que 300 palestinos da Faixa de Gaza entrem em Jerusalém para a grande oração semanal muçulmana desta sexta-feira, uma semana depois de ter proibido as saídas da zona.

Israel proibiu aos palestinos de Gaza que entrassem em Jerusalém no último dia 10, na primeira oração semanal do mês sagrado do Ramadã em função do atentado na véspera que matou quatro israelenses em Tel Aviv.

Israel anulou então milhares de autorizações para entrar em seu território.

Estas permissões seguem revogadas, segundo explicou o Cogat, órgão que coordena as atividades israelenses nos Territórios Palestinos.

Os 300 palestinos de Gaza que conseguiram a permissão para entrar em Jerusalém representam o número semanal habitual, fora do Ramadã.

Além dos 300 de Gaza, outros 53.000 palestinos da Cisjordânia cruzaram os postos de controle israelenses para rezar na Esplanada das Mesquitas em Jerusalém Oriental, a parte palestina da Jerusalém ocupada e anexada por Israel.

jjm-lal/vl/es/avl/cn

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos