Itália e Holanda compartilharão assento no Conselho de Segurança

Nova York, 29 Jun 2016 (AFP) - Itália e Holanda concordaram nesta terça-feira em compartilhar um assento no Conselho de Segurança das Nações Unidas, após um empate na votação para designar os membros não permanentes do Conselho.

Bolívia, Etiópia, Suécia e Cazaquistão também foram eleitos na votação da Assembleia Geral para formar o Conselho de Segurança.

As cinco votações realizadas não conseguiram desempatar entre Itália e Holanda, que ficaram com 95 votos cada uma, distante dos 128 votos necessários para a indicação.

O chanceler holandês, Bert Koenders, anunciou o compromisso entre Itália e Holanda para compartilhar, pelo período de dois anos, a cadeira no Conselho.

O ministro italiano das Relações Exteriores, Paolo Gentiloni, afirmou que diante "do empate perfeito", compartilhar o assento no Conselho é uma "maneira de mostrar uma mensagem de unidade" entre os dois países europeus.

Os países eleitos ocuparão seu assento a partir de 1º de janeiro de 2017, pelo prazo de dois anos, em uma votação que se organiza sobre base regional.

Bolívia e Etiópia, que foram pré-selecionados por seus respectivos grupos regionais, obtiveram 183 e 185 votos, respectivamente.

Na região Ásia-Pacífico, o Cazaquistão superou claramente a Tailândia, por 138 votos a 55.

Itália, Holanda e Suécia disputavam as duas vagas reservadas à Europa ocidental.

Os novos países eleitos substituirão Espanha, Malásia, Nova Zelândia, Angola e Venezuela, e se unirão aos outros membros não permanentes: Japão, Egito, Senegal, Ucrânia e Uruguai.

O Conselho é integrado ainda por cinco membros permanentes: Estados Unidos, França, Rússia, China e Reino Unido, todos com direito a veto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos