Capitão do navio naufragado 'El Faro' havia ordenado evacuação

Washington, 24 Ago 2016 (AFP) - A gravação da caixa-preta do navio mercante americano "El Faro", que naufragou nas Bahamas em outubro de 2015 matando seus 33 tripulantes, foi interrompida durante dez minutos depois da ordem de evacuação dada pelo capitão, segundo a Junta Nacional de Segurança em Transportes (NTSB).

O último sinal do navio seria das primeiras horas da manhã do dia 1º de outubro: surpreendido pelo furacão Joaquim, de categoria 4 em uma escala até 5, o capitão informou em uma conversa com terra firme de uma via de água que havia sido controlada, de uma perda de propulsão e uma inclinação de 15 graus.

Nesta quarta-feira, onze meses depois, surgiram os detalhes dos últimos instantes da embarcação.

A caixa-preta do navio foi encontrada, no início de agosto, a quase 4.500 metros de profundidade, a 65 km ao nordeste das ilhas Acklins e Crooked (Bahamas).

Na manhã de 1º de outubro, as gravações registram discussões entre o capitão e membros da tripulação sobre uma via de água e a inclinação da embarcação.

O capitão ordenou a evacuação do navio de carga e deu o sinal de alarme às 07H30 daquele dia.

"A gravação termina dez minutos depois quando o El Faro estava a 39 milhas náuticas (72 km) da ilha Crooked", acrescenta a NTBS.

O El Faro levava 33 pessoas, principalmente americanos e cinco poloneses. Todos desapareceram.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos