Regime sírio ordena evacuação total de rebeldes e civis de Daraya

Darayya, Síria, 26 Ago 2016 (AFP) - Vários veículos do Crescente Vermelho entraram nesta sexta-feira na cidade de Daraya (sudoeste da Síria), após um acordo pelo qual o regime sírio obteve a evacuação total dos insurgentes e habitantes da cidade, sitiada desde 2012.

Um primeiro comboio de veículos penetrou na cidade devastada, próxima a Damasco, mas não se sabe com certeza quando começará a evacuação, embora seja provável que ocorra após a oração de sexta-feira.

"Segundo o acordo, 700 homens com suas armas individuais sairão de Daraya rumo à cidade de Idleb (noroeste), enquanto 4.000 homens, mulheres e crianças serão levados a centros de alojamento", anunciou na quinta-feira a agência oficial Sana.

Os rebeldes terão que entregar todas as suas armas ao exército.

Idleb está controlada pelo Exército da Conquista, uma aliança de rebeldes e da Frente Fateh al Sham (antiga Frente al-Nosra, que rompeu seus vínculos com a Al-Qaeda).

Além dos 700 primeiros rebeldes, outros terão que deixar a cidade nos próximos dias, segundo a mesma fonte.

Os rebeldes que controlavam a cidade pertenciam a dois grupos islamitas locais: Ajnad al Sham e os Mártires do Islã.

Situada a sudoeste da capital e conhecida pela qualidade de suas vinhas, Daraya era um reduto simbólico e foi um dos primeiros municípios a se revoltar contra o regime, e também um dos primeiros a ser sitiados.

A cidade está localizada perto da base aérea de Maze, sede do serviço de inteligência da força aérea e que também serve como prisão.

O acordo representa um importante revés para a oposição e provocou ressentimentos nas fileiras dos grupos hostis ao regime.

Para alcançar seu objetivo, o exército enviou uma unidade de elite que foi arrancando posições dos rebeldes, segundo o site pró-regime Almasdarnews. A cidade era constantemente bombardeada por barris de explosivos.

"A etapa seguinte será a entrada do exército na localidade", indicou à AFP uma fonte militar. Uma fonte síria no local disse que a operação duraria quatro dias.

O governo de Damasco sempre negou o acesso de ajuda a Daraya, embora tenha autorizado esta ação em muitas outras localidades.

rim-sah/jri/jvb.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos