Banco Mundial e fundo contra a Aids vão investir US$ 24 bilhões em saúde na África

Nairóbi, 27 Ago 2016 (AFP) - O Banco Mundial e o Fundo Mundial de Luta contra a Aids, a Tuberculose e a Malária anunciaram investimentos estimados em 24 bilhões de dólares na África nos próximos três a cinco anos, para ajudar na reestruturação dos sistemas de saúde do continente.

"Para ajudar os países a colocar em prática suas reformas na área de saúde, o Banco Mundial e o Fundo se comprometem a investir 24 bilhões de dólares na África nos próximos três a cinco anos, informaram os dois órgãos em um comunicado comum divulgado na noite desta sexta-feira.

O anúncio coincidiu com a Conferência Internacional de Tóquio para o Desenvolvimento da África (Ticad), que acontece neste fim de semana em Nairóbi.

Um dos principais objetivos desta conferência é melhorar os serviços de saúde na África, além da industrialização e estabilização do continente.

"Os países africanos podem se tornar mais competitivos no mercado mundial realizando investimentos estratégicos e, principalmente, investindo em seu recurso mais importante: sua população", assinalou o presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim.

O banco prometeu um pacote de investimentos de 15 bilhões de dólares nos próximos cinco anos para ajudar a implementar uma cobertura de saúde universal.

Já o Fundo Mundial de Luta contra a Aids, Tuberculose e Malária irá investir 9 bilhões de dólares entre 2017 e 2019 em programas de luta contra estas doenças, que afetam milhões de africanos, e na melhoria do sistema de saúde, especialmente as redes de fornecimento de remédios e gestão de dados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos