PUBLICIDADE
Topo

Militares supervisionarão hospitais na Venezuela

Bebês dormem em caixas em hospital em Anzoatégui, na Venezuela - Twitter/Reprodução
Bebês dormem em caixas em hospital em Anzoatégui, na Venezuela Imagem: Twitter/Reprodução

Em Caracas

26/09/2016 20h09

Os militares supervisionarão a distribuição de medicamentos e insumos nos hospitais da Venezuela, em meio à severa crise que atinge o setor de saúde, anunciou nesta segunda-feira (26) o ministro da Defesa, general Vladimir Padrino López.

A Força Armada Nacional Bolivariana (FANB) "será deslocada para os hospitais para supervisionar a distribuição dos insumos médicos", disse Padrino López durante um ato militar transmitido pela rede de TV estatal.

Segundo a ONG Médicos pela Saúde e o Observatório Venezuelano pela Saúde, a escassez de material médico-cirúrgico nos centros hospitalares venezuelanos chega a 81%.

A FANB já controla a produção, a distribuição e a comercialização de alimentos básicos, em um plano lançado em julho pelo presidente Nicolás Maduro para combater o desabastecimento de comida, também 80% de acordo com estimativas privadas.

A oposição, que promove um referendo revogatório contra Maduro, acusa o governo de militarizar a sociedade e o responsabiliza pela crise de alimentos e medicamentos.