Mais de 1,4 milhão de casas sem água no Chile após fortes chuvas

Santiago, 26 Fev 2017 (AFP) - Mais de 1,4 milhão de casas de Santiago foram afetadas neste domingo por um corte de água após as fortes chuvas no Chile, que deixaram quatro mortos e sete desaparecidos.

As fortes chuvas, que começaram no sábado, provocaram deslizamentos de terra e escombros caíram no rio Maipo, que abastece a maior parte de Santiago, o que deixou as águas sujas e levou as autoridades a interromper o serviço.

"Estamos falando de 1.450.000 casas que serão afetadas pelo corte de água a partir das 8H00, que será total ou parcial em 30 bairros de Santiago", declarou Claudio Orrego, governador da capital chilena.

O corte afeta mais de 60% da população de Santiago, que tem 6,5 milhões de habitantes. O governo criou 60 pontos de abastecimento para ajudar os moradores.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos