Parlamento escocês votará sobre referendo de independência no dia 28

Edimburgo, 23 Mar 2017 (AFP) - O Parlamento da Escócia decidirá na próxima terça-feira se solicita outro referendo de independência, anunciou uma fonte parlamentar, depois que a votação inicial foi adiada em consequência do atentado em Londres.

"O debate será retomado na terça-feira às 14H20", afirmou um porta-voz da instituição, um dia depois do ataque diante do Parlamento de Londres que terminou com três mortos, além do agressor, e 40 pessoas feridas.

"O fato de nosso Parlamento irmão ter sofrido um sério incidente afeta este debate particular", explicou o presidente da Assembleia escocesa, Ken Macintosh, depois do ataque de Westminster.

O Parlamento escocês, onde os nacionalistas são a principal força política, mas sem maioria absoluta, deveria votar sobre a solicitação de um segundo referendo de independência.

Quando a discussão for retomada, se os deputados verdes, como se espera, apoiarem o pedido da primeira-ministra regional Nicola Sturgeon, a demanda prosperará e o governo de Theresa May terá que decidir se concede o segundo plebiscito de independência da região do norte, depois da votação de 2014.

A demanda escocesa abriria uma nova frente para Londres, apenas um dia antes da primeira-ministra May iniciar o processo de saída da União Europeia com a invocação, em 29 de março, do Artigo 50 do Tratado Europeu de Lisboa, que será a largada para dois anos de negociações sobre os termos do divórcio.

mcm-al.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos