PUBLICIDADE
Topo

Xerife indultado por Trump pode concorrer ao Senado

28/08/2017 17h30

Washington, 28 Ago 2017 (AFP) - O ex-xerife do Arizona, que se viu em meio a uma polêmica ao ser indultado pelo presidente americano, Donald Trump, após de acusações de que perseguiria imigrantes latinos, expressou interesse em concorrer ao Senado nesta segunda-feira.

De acordo com o Washington Examiner, Joe Arpaio, antigo xerife do condado de Maricopa que foi derrotado por um democrata no ano passado, disse que poderia disputar com o senador republicano Jeff Flake sua vaga em 2018.

"Poderia concorrer a prefeito, poderia concorrer a legislador, poderia concorrer ao Senado", disse este homem de 85 anos ao veículo conservador.

Arpaio declarou que "muitas pessoas em todo o estado perguntavam se eu" enfrentaria Flake, que tem sido crítico a Trump.

Arpaio foi condenado por fazer uma espécie de "lista" ilegal de imigrantes latinos.

Como um perdão a Arpaio, que ignorou a ordem de 2011 de uma corte federal que proibiu suas patrulhas discriminatórias, Trump insistiu que o ex-xerife "manteve o Arizona seguro".

Mas os críticos ficaram chocados com o movimento, alertando que isso poderia servir para dividir o país que ainda se recupera dos polêmicos comentários de Trump sobre a violência racial em Charlottesville, na Virgínia, no início deste mês.

Arpaio, que comemora a reputação de "o xerife mais difícil da América", devia ser sentenciado em outubro. Agora um futuro político pode avançar.

"Tudo o que estou dizendo é que a porta está aberta e vamos ver o que vai acontecer", declarou ao Examiner. "Tenho apoio. Sei qual é o meu apoio".

Neste ano, Flake escreveu um livro no qual advertiu que Trump está traindo os princípios conservadores, e mostrou uma "afeição pelo autoritarismo e por tiranos".

Flake já enfrenta o desafio de disputar a nomeação de seu partido de outro conservador do Arizona.