Americana doa US$ 22 milhões ao zoológico de Colônia

Em Berlim

  • Federico Gambarini/dpa/AFP

    4.mai.2016 - Flamingos aproveitam o sol em seu recinto no zoológico de Colônia, na Alemanha

    4.mai.2016 - Flamingos aproveitam o sol em seu recinto no zoológico de Colônia, na Alemanha

Uma americana, que fugiu da Alemanha com o marido judeu após a Segunda Guerra Mundial, deixará uma herança de US$ 22 milhões ao zoológico de Colônia, região oeste da Alemanha, informa a imprensa.

Elizabeth Reichert, de 93 anos, informou ao jornal regional Kölner Stadt-Anzeiger que o dinheiro seria "bem utilizado" deste modo.

"Quando você pensa para quem deseja doar seu dinheiro, as recordações têm um grande papel", afirmou a mulher, que depois de deixar Colônia se mudou para Israel e em seguida para os Estados Unidos.

Ela mora atualmente na região de Filadélfia, mas afirma que nunca esqueceu Colônia.

Seu marido, Arnulf Reichert, um judeu de Colônia, teve que viver escondido para escapar dos nazistas antes de partir para o exílio com a mulher. Ele fez fortuna nos Estados Unidos como empresário, segundo o jornal.

O diretor do zoo, Christopher Landsberg, disse à agência de notícias alemã DPA que ficou surpreso com o anúncio.

Uma fundação foi criada para administrar a futura herança.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos