EUA: mais da metade das crianças podem se tornar obesas na idade adulta (estudo)

Washington, 29 Nov 2017 (AFP) - Mais de 57% das crianças que vivem nos Estados Unidos correm o risco de se tornarem obesas quando tiverem 35 anos se for mantida a tendência atual, adverte um estudo publicado nesta quarta-feira (29) no The New England Journal of Medicine.

A pesquisa também assinala que os menores de idade com um peso normal têm 50% de chance de serem adultos obesos.

"Esses resultados destacam a importância dos esforços de prevenção em todas as crianças (...) e de intervir de forma precoce nas crianças que já estão obesas para minimizar os riscos de doenças graves no futuro", explica Zachary Ward, autor principal do estudo e pesquisador da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de Harvard.

O sobrepeso e a obesidade estão vinculados a um alto risco de sofrer diabetes, doenças cardiovasculares e cânceres, acrescenta.

Os cientistas se basearam para o seu estudo no tamanho e peso de 41.567 crianças e adultos.

A partir dessas estatísticas, fizeram projeções sobre a evolução de ambas as medidas de amostras representantes da população americana até os 35 anos.

"Esses resultados mostram que a obesidade será um problema sério para a maioria das crianças que crescerem nos Estados Unidos", conclui o estudo.

O excesso de peso durante a infância é difícil de corrigir no futuro, assinala. As investigações demonstram que 75% dos menores de dois anos que têm sobrepeso continuarão sofrendo desta condição aos 35 anos.

Os riscos são ainda mais graves para as crianças que têm obesidade severa - atualmente afeta 4,5 milhões nos Estados Unidos - quando chegam à idade adulta.

Neste grupo, as crianças de dois anos têm mais de 80% de chances de serem obesas com 35 anos. Aos cinco anos, a taxa cai para 10%.

Mas as crianças com peso normal também correm o risco de ter obesidade quando adultos, de acordo com o estudo.

Entre os jovens de dois a 19 anos em 2016, mais da metade era suscetível de sofrer de obesidade aos 35 anos.

O estudo projeta, por sua vez, que negros e hispânicos têm mais chances do que os brancos de serem obesos entre os dois e 35 anos, dando destaque ao fator da raça e etnia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos