PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Eleições legislativas deixam 10 mortos em Bangladesh

30/12/2018 08h26

Dacca, 30 dez 2018 (AFP) - Pelo menos dez pessoas morreram em confrontos neste domingo, durante as eleições legislativas em Bangladesh, após uma campanha eleitoral marcada por violência e acusações de repressão contra milhares de militantes da oposição.

A polícia matou três pessoas e outras seis foram mortas em confrontos entre partidários da Liga Awami e apoiadores do Partido Nacionalista de Bangladesh (BNP), principal partido da oposição, informou a polícia.

Além disso, os militantes da oposição mataram um policial.

As eleições, que devem dar um quarto mandato à primeira-ministra Sheikh Hasina, são realizadas no meio de um grande dispositivo de segurança.

Há dez anos no poder, Hasina, de 71 anos, é muito popular entre seus compatriotas graças a um período de grande crescimento econômico e por ter feito com que Bangladesh perdesse sua imagem de país pobre. Ela também recebeu centenas de milhares de rohingya que fugiram de Mianmar.

Mas seus detratores a descrevem como um autocrata que prendeu sua adversária Khaleda Zia e reprimiu a dissidência com prisões em massa, desaparecimentos forçados e leis severas que amordaçam a imprensa.

sa-pdh/rox/awa/plh/sgf/bc/me/cn

Internacional