Topo

Fundador da Amazon se mantém como o homem mais rico do mundo, segundo a Forbes

Jeff Bezos - Mike Segar/Reuters
Jeff Bezos Imagem: Mike Segar/Reuters

Da AFP, em Nova York

05/03/2019 13h06

Não houve grandes mudanças este ano no ranking das pessoas mais ricas do mundo segundo a revista Forbes. O fundador da Amazon, Jeff Bezos, segue como o número um na lista, à frente de Bill Gates e Warren Buffett, mas Mark Zuckerberg caiu três posições e Michael Bloomberg avançou duas.

De acordo com o ranking anual da Forbes anunciado nesta terça-feira, a fortuna de Bezos, de 55 anos, aumentou US$ 19 bilhões em um ano, para US$ 131 bilhões.

Já a fortuna de Bill Gates, de 63 anos, aumentou modestamente para US$ 96,5 bilhões, contra US$ 90 bilhões no ano passado.

O terceiro na lista é o investidor Warren Buffett, de 88 anos, decano do pódio que sofreu perdas com as ações da Kraft de Heinz.

A fortuna de Buffett caiu US$ 1,5 bilhão, para US$ 82 bilhões.

Atrás do trio vencedor começam as mudanças: enquanto o presidente do francês LVMH Bernard Arnault continua em quarto lugar, o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, "perdeu" cerca de US$ 9 bilhões, caindo da 5ª para a 8ª posição.

Mais jovem entre os 10 mais ricos, Mark Zuckerberg, envolvido nos últimos meses em uma série de polêmicas por suas redes sociais, aparece atrás do mexicano das telecomunicações Carlos Slim (5º), do espanhol Amancio Ortega (6), fundador da Inditex e da Zara, e do co-fundador da Oracle, Larry Ellison.

Michael Bloomberg, de 77 anos, fundador da empresa de informações financeiras que leva seu nome e ex-prefeito de Nova York, está em 9º lugar.

Os americanos continuam a dominar o ranking da Forbes, com 14 bilionários no top 20.

O brasileiro mais bem colocado na lista é o banqueiro Joseph Safra, fundador do Banco Safra. Sua fortuna é estimada em US$ 25,2 bilhões.

Notícias