Topo

Vítima de violência doméstica entrega armas do marido e é acusada de roubo

2019-06-24T19:40:00

24/06/2019 19h40

Miami, 24 Jun 2019 (AFP) - Uma mulher da Flórida entregou à polícia as armas de seu marido, que tinha sido preso por violência doméstica após tê-la agredido, pelo que foi acusada de roubo e passou vários dias na prisão, informou uma legisladora local nesta segunda-feira.

Courtney Irby, de 32 anos, foi presa em 15 de junho quando foi ao Departamento de Polícia de Lakeland, no centro da Flórida (sudeste dos EUA), para entregar as armas de seu marido, de quem está se divorciando.

"Ela tomou esta decisão após seu marido, Joseph Irby, ter sido enviado á prisão por bater no veículo dela e fazê-la sair da via enquanto ela dirigia", escreveu a representante estadual Anna Eskamani em carta à promotoria local.

Joseph Irby tinha sido preso por violência doméstica e foi libertado um dia depois após pagar fiança de 10.000 dólares, sob condição de entregar suas armas.

Como não fez isso, ela decidiu entregá-las por conta própria, porque temia por sua vida. Entrou no apartamento do marido, pegou-as e levou às autoridades.

A polícia, então, ligou para seu marido, que ainda estava preso, para indagar se queria prestar queixa de roubo de armas, e ele concordou.

"Como resultado, a senhora Irby foi acusada de roubo de domicílio, além de duas acusações de roubo de arma de fogo", escreveu a representante na carta, na qual pede para a mulher não ser processada.

"Processá-la abriria o perigoso precedente de que, se alguém tenta escapar do abuso, será acusado por isso".

lm/dga/ll

Mais Internacional