PUBLICIDADE
Topo

Premiê etíope recebe Nobel da Paz e elogia dirigentes eritreus

O primeiro-ministro etíope Abiy Ahmed recebe o prêmio Nobel da Paz, em Oslo - Scanpix/Hakon Mosvold Larsen/Reuters
O primeiro-ministro etíope Abiy Ahmed recebe o prêmio Nobel da Paz, em Oslo Imagem: Scanpix/Hakon Mosvold Larsen/Reuters

10/12/2019 10h24

O primeiro-ministro etíope Abiy Ahmed recebeu hoje em Oslo o prêmio Nobel da Paz e o compartilhou com seus ex-inimigos eritreus, por seus esforços pela reconciliação.

"Aceito essa distinção em nome dos etíopes e dos eritreus, em particular aqueles que fizeram o último sacrifício pela causa da paz", disse o Nobel da Paz na prefeitura de Oslo ao receber o prêmio.

Abiy direcionou elogios especialmente para seu "parceiro e camarada de paz, o presidente (eritreu) Issaias Afeworki, cuja boa vontade, confiança e compromisso foram determinantes para terminar com duas décadas de estagnação".

"Já não há 'nós' e 'eles'. Há somente 'nós'. Porque estamos todos unidos por um destino comum de amor, de perdão e de reconciliação", acrescentou.

Internacional