PUBLICIDADE
Topo

Serviços de emergência apagam incêndio em porta-aviões russo

13/12/2019 13h22

Moscou, 13 dez 2019 (AFP) - Os serviços de emergência conseguiram apagar o incêndio declarado na quinta-feira no porta-aviões russo "Almirante Kuznetsov", o único do país, no qual duas pessoas morreram.

"O trabalho das equipes de busca e resgate terminou", informou a Frota do Norte em comunicado transmitido às agências de notícias russas.

Além de um marinheiro, cuja morte já havia sido anunciada, os socorristas encontraram nesta sexta-feira o corpo de um oficial que estava desaparecido, segundo o comunicado.

Outras dez pessoas ficaram feridas no incêndio no único porta-aviões da frota russa, sem propulsão nuclear, e que estava em reparos desde 2017.

"O incêndio foi apagado às 5H00 (horário local). O incêndio afetou 500 metros quadrados", afirmou um integrante da equipe de emergência à agência TASS.

Mais de 400 pessoas trabalhavam na embarcação no momento do incêndio.

O "Almirante Kuznetsov", que opera desde 1995, está em reparo desde 2017. É o navio símbolo da Marinha russa.

Em outro incidente, um guindaste de 15 metros caiu em outubro de 2018 sobre a ponte do porta-aviões, fazendo um morto.

De acordo com o estaleiro Zvezdichka, responsável pelos reparos, o incêndio começou durante uma operação de soldagem. As autoridades abriram uma investigação sobre possíveis violações das regras de segurança e de construção.

pop/alf/pc/fp

Notícias