PUBLICIDADE
Topo

Israel conta com o parlamento mais gay de sua história

22/06/2020 15h37

Jerusalém, 22 Jun 2020 (AFP) - O Parlamento israelense conta com seis deputados abertamente homossexuais até esta segunda-feira à tarde, um recorde para um país considerado um dos pioneiros em direitos LGBT, mas onde a homossexualidade ainda é tabu nos círculos religiosos.

Após a adoção na semana passada da lei "norueguesa", que autoriza os ministros a deixar seu cargo de deputado para outro membro de sua lista política, novos legisladores entraram no Parlamento israelense na tarde de hoje, aumentando para seis o número de parlamentares abertamente homossexuais, ou seja, 5% da assembleia de 120 deputados.

"Acho que isso coloca Israel em quarto lugar, atrás do Reino Unido (8,1%), Liechtenstein (8%) e do Parlamento escocês (7,7%)", disse à AFP Andrew Reynolds, professor de ciências políticas na Universidade da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, que estuda a representação política de pessoas LGBT no mundo.

O Estado hebraico reconhece os casamentos gays realizados no exterior e autoriza casais do mesmo sexo, e mulheres e homens solteiros, a recorrer à barriga de aluguel.

O primeiro deputado abertamente homossexual do Parlamento israelense, Ouzi Even, foi eleito em 2002.

alv/gl/all/bc/mb/aa

Notícias