PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Beirute retira do porto escombros equivalentes ao peso da Torre Eiffel

5.ago.2020 - Foto tirada um dia após explosão no porto de Beirute mostra restos de cimento e aço em uma grande extensão - AZIZ TAHER/REUTERS
5.ago.2020 - Foto tirada um dia após explosão no porto de Beirute mostra restos de cimento e aço em uma grande extensão Imagem: AZIZ TAHER/REUTERS

26/08/2020 11h43

Beirute, 26 Ago 2020 (AFP) - Militares libaneses e franceses removeram escombros equivalentes ao peso da Torre Eiffel do local onde ocorreu a enorme explosão no porto de Beirute, disse hoje um militar francês que participa dos trabalhos.

"Foram necessários quatro dias para limpar 8.000 toneladas de (restos de) cimento e aço", declarou o tenente Paulin, que coordena as operações de limpeza do porto. Esse volume de escombros "é equivalente ao peso da Torre Eiffel", acrescentou o oficial.

O "Tonnerre", um navio porta-helicópteros da Marinha francesa, chegou a Beirute dez dias depois da explosão, com toneladas em ajuda humanitária e maquinaria pesada para limpeza.

A explosão, uma das maiores na história recente, devastou setores inteiros do porto, deixando uma cratera de 43 metros de profundidade, agora coberta pela água do mar. Deixou mais de 180 mortos e 6.500 feridos em um raio de vários quilômetros.

O coronel Yussef Haidar, do Exército libanês, informou que o porto, pelo qual circulam quase 90% das importações libanesas, opera hoje com metade de sua capacidade.

"Na semana passada, operava com 30%. Hoje estamos falando de 45%", declarou em coletiva de imprensa.

A tragédia foi causada pela explosão de uma enorme quantidade de nitrato de amônio armazenado em um armazém do porto.

Internacional