PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Manifestação de 10 mil pessoas contra o uso de máscaras em Viena

Manifestação de 10 mil pessoas contra o uso de máscaras em Viena - ALEX HALADA/AFP
Manifestação de 10 mil pessoas contra o uso de máscaras em Viena Imagem: ALEX HALADA/AFP

16/01/2021 14h45

Resumo da notícia

  • Várias manifestações se formaram para denunciar as restrições impostas à população desde o mês de março
  • Cerca de 500 pessoas participaram em uma contramanifestação de extrema esquerda
  • Áustria, com 8,9 milhões de habitantes, registrou até sábado 7.053 mortes por covid-19

Cerca de 10.000 pessoas que se opõem às máscaras e às medidas sanitárias contra o coronavírus se manifestaram neste sábado (16) à tarde em Viena, segundo cálculos da polícia austríaca. "Governo renuncia", "imprensa mentirosa", gritavam os manifestantes.

Várias manifestações se formaram para denunciar as restrições impostas à população desde o mês de março pelo chanceler Sebastian Kurz para tentar conter a pandemia do coronavírus, constatou uma jornalista da AFP.

No final de dezembro, o governo austríaco decretou um terceiro confinamento para reduzir a propagação da pandemia. Locais não essenciais, culturais, quadras esportivas, escolas e universidades permanecem fechados.

Cerca de 500 pessoas participaram em uma contramanifestação de extrema esquerda.

Muitos estudos científicos comprovaram a utilidade das medidas sanitárias como o uso de máscaras e o distanciamento social para limitar os riscos de contaminação.

Áustria, com 8,9 milhões de habitantes, registrou até sábado 7.053 mortes por covid-19.