PUBLICIDADE
Topo

Pfizer garante limitação para uma semana dos atrasos na entrega de vacinas

16/01/2021 12h07

Paris, 16 Jan 2021 (AFP) - O grupo americano Pfizer, associado ao laboratório alemão BioNTech, anunciou neste sábado (16) um "plano" que permitirá limitar para uma semana o atraso na entrega da vacina contra a covid-19, quando a Europa teme um prazo maior, de "três a quatro semanas".

"Pfizer e BioNTech desenvolveram um plano que permitirá aumentar as capacidades de fabricação na Europa e entregar muito mais doses no segundo trimestre", anunciaram ambas as empresas em um comunicado conjunto.

"Voltaremos ao calendário inicial de entregas na União Europeia a partir da semana de 25 de janeiro, com um aumento de entregas a partir da semana de 15 de fevereiro", acrescentaram ambos os grupos.

"Para isso, será necessário fazer certas alterações nos processos de produção de agora em diante", indicaram os sócios.

A Pfizer alertou na sexta-feira que devido a obras em uma fábrica de produção da vacina em Puurs, na Bélgica, deveria atrasar essas entregas. Berlim mencionou uma redução"de três a quatro semanas".

ngu/ak/fka/ial/jz/tjc/aa

PFIZER

BioNTech