PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Conteúdo publicado há
7 meses

China autoriza testes clínicos de vacina inalada contra a covid-19

Até 20 de março, a China aplicou quase 75 milhões de doses de vacinas contra o coronavírus - Reprodução
Até 20 de março, a China aplicou quase 75 milhões de doses de vacinas contra o coronavírus Imagem: Reprodução

Em Pequim

23/03/2021 11h26Atualizada em 23/03/2021 14h40

As autoridades chinesas autorizaram os testes clínicos de uma vacina contra o coronavírus que é inalada, desenvolvida pelo laboratório CanSino Biologics e pelo Instituto de Biotecnologia de Pequim - anunciou a empresa em um comunicado divulgado nesta terça-feira (23).

Até o momento, cinco vacinas, todas elas produzidas localmente, receberam na China uma autorização com condições, ou para o uso emergencial, mas nenhuma é administrada por via respiratória.

A segurança e eficácia da vacina inalada "precisa ser confirmada" nos testes, afirmou a CanSino.

Até 20 de março, a China aplicou quase 75 milhões de doses de vacinas contra o coronavírus, segundo o site de análises de dados Our World in Data.

A China pretende ainda flexibilizar as restrições de entrada de cidadãos de vários países, incluindo os Estados Unidos, desde que tenham recebido uma vacina chinesa.

Nesta terça-feira, uma fonte do Ministério chinês das Relações Exteriores afirmou que está em "contato estreito" com vários países e "devem ser assinados acordos mutuamente benéficos" para facilitar as viagens.

Saúde