PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Caixas misteriosas causam mortes de animais na China

07/05/2021 07h14

Uma caixa surpresa com um filhote de cachorro ou com um gatinho dentro. A paixão de alguns jovens chineses por caixas "cegas", ou misteriosas, levou esta semana a uma descoberta macabra: 160 animais trancados em pacotes, alguns mortos por asfixia.

As embalagens foram encontradas na van da empresa de logística ZTO, em Chengdu, no sudoeste do país. Os animais que sobreviveram estão sendo cuidados por veterinários, informou o abrigo local de animais Aizhijia nas redes sociais. O carregamento foi descoberto na noite de segunda-feira (3).

"Dava para ouvir latidos e miados. Como a porta do caminhão estava fechada, não havia ar e eles estavam ficando sufocados", escreveu Aizhijia, ao relatar a descoberta. "Muitos gatinhos e cachorrinhos estão agonizando, ou já morreram", completou.

A empresa de logística pediu desculpas e disse que os envios foram feitos de sites de comércio eletrônico.

Sua filial em Chengdu, que fez a entrega, terá de realizar uma "inspeção interna exaustiva", e seus funcionários passarão por "um treinamento sobre normas de segurança", acrescentou a ZTO.

A descoberta causou alarme nas redes sociais da China, onde é proibida a entrega de animais em pacotes.

As caixas misteriosas estão na moda na China há alguns anos: consistem na compra on-line de um presente, cujo conteúdo é desconhecido. Em geral, é um brinquedo, ou um boneco.

Em 2019, este mercado estava avaliado em 1 bilhão de euros, segundo a consultoria de estudos de mercado Qianzhan Intelligence.

Na rede Weibo, um internauta conta ter visto pacotes surpresa com um gato, ou um cachorro de raça à venda na Internet por apenas um euro (US$ 1,2).

Na sexta-feira, a hashtag "animal em caixa misteriosa" foi vista 420 milhões de vezes no Weibo, o Twitter chinês.

"Não é uma moda bonita, nem um brinquedo do qual você se livra da noite para o dia", protestou outro usuário.

Nesta sexta, no site de vendas on-line Taobao, do gigante Alibaba, animais vivos podiam ser encomendados, mas não em caixas surpresa.