PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Iraque prende responsáveis por ataque em mercado de Bagdá

24/07/2021 11h48

Bagdá, 24 Jul 2021 (AFP) - Os responsáveis pelo ataque que causou mais de 30 mortos na segunda-feira (19) em um mercado de Bagdá, reivindicado pelo Estado Islâmico (EI), foram presos, anunciou neste sábado (24) o primeiro-ministro iraquiano, Mustafa al Kazimi.

"Prendemos todos os membros da célula terrorista covarde que planejou e executou o ataque ao mercado de Al-Woheilat" em Sadr City, o enorme bairro xiita nos arredores de Bagdá, tuitou Kazimi.

Os membros desse grupo "comparecerão hoje [sábado] perante um juiz", acrescentou.

Uma fonte do ministério do Interior disse que os suspeitos, cujo número não foi especificado, deverão fazer "confissões" na televisão nos próximos dias, um método usado no Iraque em casos importantes.

O ataque ocorreu na noite de segunda-feira em um mercado popular de Sadr City, onde as pessoas faziam compras na véspera do Eid al-Adha, o mais importante feriado muçulmano.

Um homem-bomba detonou seus explosivos matando 30 pessoas, incluindo crianças, e ferindo mais de 50.

O anúncio do desmantelamento da célula ocorre dias antes da visita de Kazimi a Washington, onde o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, se encontrará com ele pela primeira vez na segunda-feira.

O primeiro-ministro iraquiano, sob pressão das poderosas facções pró-iranianas que exigem a retirada das tropas estrangeiras, aguarda anúncios substanciais sobre a presença dos EUA no Iraque.

A coalizão internacional implantada em 2014 no país para ajudar a derrotar o EI conta com cerca de 3.500 soldados, incluindo 2.500 militares americanos.

bur-cf/awa/jz-pc/tjc/mr