PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Extradição de Saab é uma 'injustiça ignóbil', diz Maduro

Trata-se de "uma das injustiças mais ignóbeis e vulgares cometidas no mundo nas últimas décadas", denunciou Maduro, em discurso transmitido pela TV estatal. - Getty Images
Trata-se de 'uma das injustiças mais ignóbeis e vulgares cometidas no mundo nas últimas décadas', denunciou Maduro, em discurso transmitido pela TV estatal. Imagem: Getty Images

17/10/2021 22h00

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, chamou neste domingo de "injustiça ignóbil" a extradição para os Estados Unidos do empresário Alex Saab, apontado como seu testa de ferro e acusado de lavagem de dinheiro.

Trata-se de "uma das injustiças mais ignóbeis e vulgares cometidas no mundo nas últimas décadas", denunciou Maduro, em discurso transmitido pela TV estatal.

A Venezuela "está se movimentando nas Nações Unidas, em Nova Iorque, em Genebra, nos órgãos de defesa dos direitos humanos", ante o "sequestro" de Saab, informou o presidente. "Levaram Saab sem avisar aos advogados, à família, ninguém. Um sequestro em toda a linha do governo dos Estados Unidos! ", exclamou.

O empresário, 49, comparecerá amanhã a um tribunal do estado da Flórida.