PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Lina Axelsson Kihlblom, primeira transexual ministra na Suécia

30/11/2021 11h04

Estocolmo, 30 Nov 2021 (AFP) - A nova ministra sueca das Escolas, Lina Axelsson Kihlblom, se tornou nesta terça-feira (30) a primeira transexual a assumir uma pasta no governo do país nórdico.

A ex-diretora de escola e jurista de 51 anos foi nomeada nesta terça-feira para o gabinete do novo governo social-democrata da primeira-ministra Magdalena Andersson, que é a primeira mulher a ocupar o posto de chefe de Governo na Suécia.

Em um livro publicado em 2015 ("Você vai me amar agora?") Axelsson Kihlblom conta que cresceu mulher em um corpo de menino e que fez uma cirurgia de resignação sexual quando tinha 25 anos.

"As pessoas trans sempre existiram, sempre existirão. Não sentimos mais vergonha. Nós somos o novo normal", escreveu em um artigo publicado em 2018.

Divorciada e mãe de dois filhos adotivos, seu ministério inclui as escolas do ensino fundamental e médio, enquanto a ministra da Educação, Anna Ekström, é responsável pelo ensino superior.

A ministra taiwanesa Audrey Tang, designada em 2016, é considerada a primeira integrante de um governo abertamente transgênero no mundo.

map/lch/eg/mb/fp