PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Autoridades birmanesas queimam drogas no valor de US$ 500 milhões

26/06/2022 10h15

Yangon, 26 Jun 2022 (AFP) - As autoridades birmanesas anunciaram neste domingo que incineraram duas toneladas de heroína e 630 milhões de doses de metanfetamina no valor de US$ 500 milhões.

Mas alguns especialistas consideram esse gesto insignificante e que a junta militar não está tentando seriamente conter o problema, disse à AFP o analista independente David Mathieson, evocando "cumplicidade militar ativa para proteger a produção de drogas em larga escala".

No mês passado, a ONU divulgou um relatório indicando que 1 bilhão de comprimidos de metanfetamina foram apreendidos no leste e sudeste da Ásia no ano passado, um número sem precedentes.Durante o mesmo período, 79 toneladas de metanfetamina cristal foram apreendidas na região, acrescentou o relatório.

O estado de Shan, no norte de Mianmar, continua sendo a principal fonte de metanfetamina na região. Segundo especialistas, essa produção atinge níveis sem precedentes, favorecidos em particular pelo golpe em Mianmar em fevereiro de 2021, que paralisou a economia.

A anarquia prevalecente oferece as condições ideais para o surgimento de laboratórios de drogas, com um fornecimento em grande parte descontrolado de precursores químicos da China.

bur-rma/axn/abx/emp/mab/mb/aa