Israel é 'amigo da Espanha', afirma Pedro Sánchez

O presidente do Governo espanhol, Pedro Sánchez, garantiu nesta sexta-feira (1º) que Israel é "amigo da Espanha", um dia depois de o Estado hebreu ter chamado sua embaixadora para consultas depois de considerar "escandalosos" alguns comentários de Sánchez sobre as operações militares israelenses em Gaza. 

No entanto, Sánchez, uma das vozes mais críticas a Israel dentro da União Europeia, manteve a sua posição sobre o conflito entre o Estado hebreu e o Hamas, que há dias provoca tensões entre Madri e o governo de Benjamin Netanyahu.

Em mensagem publicada na rede X (antigo Twitter), o dirigente espanhol disse ter "reiterado que Israel é um sócio e um amigo da Espanha" durante uma conversa por telefone com o ex-ministro israelense da Defesa e atual membro do gabinete de guerra, Benny Gantz.

"Mais uma vez, condenei os ataques terroristas do Hamas em 7 de outubro", continuou o presidente do Governo espanhol, que reiterou que "Israel tem o direito de se defender".

"Mas reafirmei que a Espanha considera insuportável a morte de civis em Gaza e que Israel deve cumprir o Direito Internacional Humanitário", concluiu. 

Israel anunciou na quinta-feira que convocou a sua embaixadora na Espanha para consultas porque considerou "escandalosos" alguns comentários feitos por Sánchez.

mg/rs/jvb/aa

© Agence France-Presse

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora