Terremoto no centro do México sacode a capital (jornalistas da AFP)

Um terremoto de magnitude preliminar de 5,8 graus, segundo o serviço sismológico do México, sacudiu, nesta quinta-feira (7), uma grande área do centro do México, inclusive a capital, onde uma multidão foi às ruas.

O epicentro do tremor, que ativou o sistema de alertas preventivos, foi situado na comunidade de Chiautla de Tapia, no estado de Puebla (centro).

No momento, "não foram reportados danos na Cidade do México", informou o prefeito Martí Batres em sua conta no X (antigo Twitter).

O presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, entrou imediatamente em contato com autoridades da Defesa Civil para conhecer os danos potenciais.

"Aparentemente não foi um tremor tão forte. De qualquer forma, em breve daremos mais informações", disse o presidente em um vídeo publicado no X.

O governador de Puebla, Sergio Salomón, onde foi o epicentro, informou que o tremor foi sentido em várias cidades, mas não foram registrados danos.

O México está entre cinco placas tectônicas, cuja movimentação faz do país um dos que registra maior atividade sísmica no mundo, particularmente na costa do Pacífico, da fronteira com a Guatemala ao estado de Jalisco (oeste). 

Em 19 de setembro de 1985, um terremoto de magnitude 8,1 com epicentro na costa do Pacífico, entre os estados de Guerrero e Michoacán, sacudiu grande parte do centro e do sul do país e devastou uma vasta área da Cidade do México.

Também em um 19 de setembro, desta vez em 2017, um terremoto de magnitude 7,1 deixou 369 mortos, a maioria na Cidade do México.

Continua após a publicidade

No mesmo dia, em 2022, o centro do país foi abalado por outro sismo, algumas horas depois de milhões de mexicanos terem participado de uma simulação da Defesa Civil.

sem/jla/dga/mvv/am/ic

© Agence France-Presse

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes