Bases da coalizão antijihadista são alvo de ataques no Iraque e na Síria

Duas bases militares da coalizão internacional contra o Estado Islâmico foram atacadas com drones e mísseis nesta segunda-feira (11), no Iraque e na Síria, informou uma autoridade militar americana.

A autoria dos ataques foi reivindicada pela Resistência Islâmica no Iraque, formada por grupos de combatentes pró-Irã afiliados à Hashd al-Shaabi, coalizão de ex-paramilitares integrados às forças regulares iraquianas. O objetivo dessas milícias é punir os Estados Unidos por seu apoio a Israel na guerra contra o Hamas em Gaza.

Um ataque com drones teve como alvo a base aérea de Ain al-Asad, no oeste do Iraque, sem deixar vítimas ou danos materiais, informou uma autoridade militar americana. Já no nordeste da Síria, mísseis atingiram uma base na região de Al-Chaddadi, acrescentou. 

Desde 17 de outubro, Washington registrou 92 ataques no Iraque e na Síria. Os Estados Unidos têm cerca de 2.500 soldados no Iraque e 900 na Síria, como parte da coalizão internacional antijihadista.

tgg/anr/eb/jvb/lb/mvv

© Agence France-Presse

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes