Príncipe Harry é condenado a indenizar tabloide 'Mail on Sunday'

O príncipe Harry foi condenado por um juiz britânico, nesta segunda-feira (11), a pagar 48.447 libras (US$ 60.780, ou R$ 300,2 mil) ao jornal "Mail on Sunday", após perder um dos casos em um processo por difamação contra o tabloide.

Entre as inúmeras ações movidas pelo filho caçula do rei Charles III contra jornais britânicos, uma delas se referia a uma matéria sobre sua proteção policial quando estava no Reino Unido.

Publicado em fevereiro de 2022, o artigo acusava Harry - erroneamente, segundo sua defesa - de ter "mentido" e de ter "tentado manter em segredo" seu recurso contra o governo para tentar obter proteção policial no país.

Depois de a ação do duque de Sussex contra o "Mail on Sunday" ter sido rejeitada na sexta-feira (8), o sistema de Justiça britânico ordenou-lhe, nesta segunda, que pague 48.447 libras até 29 de dezembro. 

O príncipe Harry e sua esposa, Meghan Markle, perderam a proteção policial sistemática, paga pelos contribuintes britânicos, depois de decidirem deixar a família real em 2020 e se instalarem nos Estados Unidos. 

O filho do rei, que por vezes tem de recorrer à segurança privada, paga com seus próprios recursos, havia solicitado que pudesse se beneficiar de proteção policial quando estivesse no Reino Unido, mas o pedido foi rejeitado pelos tribunais em maio. O príncipe iniciou um segundo processo sobre o tema, no qual contesta essa decisão.

Esse recurso contra o Ministério britânico do Interior se refere especificamente à decisão tomada pelas autoridades em fevereiro de 2020 de lhe conceder proteção policial em determinados casos, e não de forma sistemática, quando se encontra no país. Após a audiência de três dias na semana passada, a decisão está em fase de deliberação.

spe/gmo/psr/mb/tt

© Agence France-Presse

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora