Rebeldes huthis atingiram navio de carga com destino ao Irã, diz Exército dos EUA

O Exército dos Estados Unidos relatou na segunda-feira que rebeldes huthis pró-Irã dispararam mísseis contra um navio de carga na costa do Iêmen, causando pequenos danos ao navio, que continuou até o porto de destino no Irã. 

"Em 12 de fevereiro, das 3h30 às 3h45 (horário de Sanaa), militantes huthis apoiados pelo Irã dispararam dois mísseis de áreas sob seu controle no Iêmen em direção ao (estreito de) Bab al-Mandeb", disse o Comando Central dos EUA na região (Centcom) na rede social X. 

A empresa de segurança Ambrey disse que o navio era um graneleiro grego que arvorava bandeira das Ilhas Marshall e que "foi atacado por mísseis em dois incidentes separados" em um intervalo de 20 minutos. 

"Supostamente foi atingido e sofreu danos físicos a estibordo", disse Ambrey, acrescentando que uma equipe de segurança privada armada estava a bordo.

O Centcom afirmou que o navio, o MV Star Iris, estava "em trânsito no Mar Vermelho com uma carga de milho do Brasil" e informou "estar em condições de navegar e sem ferimentos à tripulação". 

O destino do MV Star Iris era Bandar Imam Khomeini, no Irã, acrescentou. 

O grupo rebelde - juntamente com outros grupos islamistas que recebem apoio do Irã - faz parte do que Teerã chama de "eixo de resistência" antiocidental e anti-Israel. 

Desde novembro, os huthis lançam ataques contra navios que navegam no Mar Vermelho e no Golfo de Áden, e que consideram vinculados a Israel, em "solidariedade" com os palestinos em Gaza.

bur/rox/des/nro/cjc/mas/aa

Continua após a publicidade

© Agence France-Presse

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes