PUBLICIDADE
Topo

Rio de Janeiro inaugura última via de BRT antes dos Jogos Olímpicos

Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil

09/07/2016 15h01

A via exclusiva de ônibus (BRT) Transolímpica, que liga a Barra da Tijuca a Deodoro, ambos bairros da zona oeste da cidade do Rio de Janeiro, foi inaugurada hoje (9). Segundo o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, essa foi a última grande obra concluída pela prefeitura para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. Apesar da entrega da obra e dos moradores poderem viajar pelo corredor gratuitamente neste final de semana, a Transolímpica só começará a funcionar oficialmente no dia 18 de julho. E, ainda assim, apenas para a chamada família olímpica, ou seja, pessoas que vão trabalhar nos Jogos, delegações e imprensa credenciada.  A partir do dia 1º de agosto, será possível para qualquer pessoa embarcar no BRT, desde que tenha adquirido um cartão especial de embarque chamado RioCard Jogos Rio 2016 . Os cartões custam R$ 25 para um dia, R$ 70 para três dias consecutivos e R$ 160 para sete dias consecutivos. O embarque com o bilhete único e com o RioCard regular só será permitido após os Jogos Olímpicos. Com a conclusão da Transolímpica, o Rio de Janeiro conta com 120 quilômetros de malha de BRT, incluindo aí as outras duas vias que já funcionam, a Transoeste e a Transcarioca. No ano que vem, está prevista a conclusão da última via, o BRT Transbrasil. "Ele tem uma importância olímpica, mas, na verdade, a olimpíada serviu como argumento para fazer uma transformação como essa, conectando a zona oeste ao resto da cidade. É uma mudança impactante para a vida das pessoas depois da olimpíada, que é o mais importante, que é o legado para a cidade", disse o prefeito do Rio, Eduardo Paes. Depois da inauguração, o prefeito Eduardo Paes foi encaminhado ao Hospital Samaritano, em Botafogo, na zona sul da cidade, para retirada de um cateter implantado após cirurgia para retirada de cálculos renais.