Baleado em carreata, vice-governador de GO não corre risco de morte, diz governo

Ivan Richard - Repórter da Agência Brasil

Ferido na região abdominal no atentado a tiros que matou hoje (28) o candidato a prefeito do município goiano de Itumbiara José Gomes da Rocha (PTB), governador em exercício e secretário de Segurança Pública de Goiás, José Eliton, não corre rico de morrer e o estado de saúde dele é estável, segundo nota divulgada pelo governo do estado.

A nota informa que José Eliton está sedado, sendo transferido, em UTI aérea, para Goiânia, onde será internado no Hospital de Urgências Doutor Otávio Lage de Siqueira (Hugol).

O advogado da prefeitura de Itumbiara Célio Rezende, que também foi baleado no atentado, está sendo transferido na mesma UTI área em que está sendo transportado o governador em exercício.

Além de José Gomes da Rocha, que tentava voltar ao cargo de prefeito de Itumbiara, também morreram no atentado o policial militar Vanilson Rodrigues, qua fazia parte da segurança do vice-governador, e o atirador identificado pela Polícia Civil de Goiás como Gilberto Ferreira do Amaral, de 53 anos, funcionário da prefeitura da cidade.

Segundo relatos de pessoas próximas ao governador em exercício, durante a carreta, um carro, na contramão, foi de encontro ao veículo em que estavam José Eliton, José Gomes da Rocha e aliados políticos do ex-prefeito.

O motorista descarregou uma pistola na direção do carro, atingindo os dois políticos, além do policial militar e o advogado da prefeitura. O autor dos disparos foi morto pela equipe de segurança do governador em exercício.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos