Governo prorroga prazo para saque de indenização por entrega de arma de fogo

Ivan Richard - Repórter da Agência Brasil

Valor da indenização depende do tipo e do calibre da arma de fogo entregue à Campanha do Desarmamento Arquivo/Agência Brasil 

O Ministério da Justiça e Cidadania prorrogou até o dia 15 de outubro o prazo para saque de três mil indenizações por pessoas que entregaram armas de fogo durante a Campanha Nacional do Desarmamento. A medida vale para as armas entregues entre 7 de maio e 26 de julho de 2016.

De acordo com o ministério, o prazo foi ampliado porque os pagamentos referentes a esse período ficaram indisponíveis até 10 de agosto devido a um problema no sistema que registra a entrega dos armamentos e libera a indenização. Normalmente, o prazo é de 30 dias para o saque após a entrega.

As indenizações são de R$ 150, R$ 300 ou R$ 450, definidas de acordo com o tipo e calibre do armamento.

O dinheiro é retirado nos caixas eletrônicos do Banco do Brasil com o código de indenização de 16 dígitos impresso nas guias de entrega (vouchers) e a senha de quatro dígitos cadastrada no posto da campanha.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos