Eleitores de Nova Iguaçu voltam às urnas para eleger prefeito

Cristina Índio do Brasil - Repórter da Agência Brasil

O segundo turno que vai definir o prefeito de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, está sendo disputado pelo candidato Rogerio Lisboa (PR), da coligação Trabalho, Fé e Humildade (PR/PT/PEN/PCdoB/PPS/PDT), que no primeiro turno recebeu 157.986 votos; e Nelson Bornier (PMDB) que concorre à reeleição, pela coligação "A Mudanc a Vai Continuar" (PMDB/PTB/PSL/PTN/PSC/DEM/PSCD/PHS /PMN/PTC/PSB/PV/PSD/PROS/PRP/PP/PMB), e obteve 131.531 votos no primeiro turno.

De acordo com o TRE-RJ, Nova Iguaçu tem 583.636 eleitores distribuídos em 245 locais de votação de nove zonas eleitorais, com 1.826 urnas eletrônicas. Nas ruas da cidade, a vida dos moradores transcorria normalmente neste domingo (30), com muitas lojas fechadas, mas com restaurantes movimentados.

Forças Armadas

O esquema de segurança para a eleição no município recebeu apoio do Exército com 997 integrantes dos Primeiro e Segundo batalhões de Infantaria Motorizada e do 31° Grupo de Artilharia de Campanha, que, do total de militares, destacou para o serviço 125 homens. O efetivo está fazendo patrulhamento nas ruas. Há oficiais também no TRE-RJ para facilitar a comunicação em caso de necessidade de deslocamento de tropa.

No estado do Rio de Janeiro, oito municípios estão tendo eleição de segundo turno. Além da capital e Nova Iguaçu, os eleitores estão indo às urnas em Niterói, São Gonçalo, Petrópolis, Volta Redonda, Duque de Caxias e Belford Roxo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos