Prefeita de Ribeirão Preto é transferida para a capital paulista

Bruno Bocchini - Repórter da Agência Brasil

A prefeita de Ribeirão Preto, Darcy Vera, presa na manhã de hoje (2) na operação Mamãe Noel, da Polícia Federal (PF), foi transferida para a capital paulista no início da tarde. Vera chegou a sede da PF de São Paulo, na Lapa, zona oeste, às 14h30.

A prefeita - acusada de corrupção passiva, peculato e associação criminosa - foi afastada do cargo e presa pela Polícia Federal e pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público (MP ) paulista. A decisão pela prisão foi emitida pelo desembargador da 6ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça (TJ), Marcos Correa.

Além da prefeita, foram detidos dois ex-advogados do Sindicato dos Servidores Municipais, Sandro Rovani da Silveira Neto e Maria Zuely Alves Librandi.

Segundo o MP, a denúncia diz respeito ao pagamento ilegal de honorários, com base em documentação falsa, a uma advogada que ocupa cargo de confiança na administração municipal.
"Planilhas e apontamentos de combinação para o pagamento de propinas foram encontrados em diligências de busca e apreensão. Documentos obtidos após colaboração premiada de um dos envolvidos no esquema comprovaram a falsificação", disse o Ministério Público em nota.

De acordo com o MP, informações bancárias da prefeita indicaram que movimentação financeira incompatível com seus rendimentos declarados no período de 2010 a 2015, "o que pode configurar ocultação de suas fontes de recursos".

Procurada pela Agência Brasil, a advogada da prefeita, Claudia Seixas, informou que, no momento, avalia o caso.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos